//Gestão: vale a pena calcular a taxa de antecipação de recebíveis?

Gestão: vale a pena calcular a taxa de antecipação de recebíveis?

Tem uma empresa que usa máquina de cartão e está na dúvida se vale a pena calcular a taxa de antecipação de recebíveis? Vamos esclarecer todos os seus questionamentos agora mesmo neste artigo!

Muito empreendedores do ramo do varejo, seja de comércio físicos ou e-commerces, sempre se questionam sobre a taxa de antecipação de recebíveis e se vale a pena pagar por ela.

Saber calcular a taxa de antecipação de recebíveis é fundamental para uma boa gestão financeira e para tornar o fluxo de caixa da sua empresa sustentável, sem comprometer entradas e saídas de valores.

Se você é um lojista empreendedor que está passando por este questionamento, acompanhe este conteúdo até o fim. Aqui, vamos explicar todos os detalhes sobre a taxa de antecipação de recebíveis. Papel e caneta na mão e vamos aos cálculos!

O que é a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis nada mais é que adiantar os valores a receber referente a vendas realizadas por meio de cartão de crédito. Isso porque quando uma loja faz uma transação por crédito, cada parcela é liquidada obedecendo a sua respectiva data de vencimento.

Ou seja, se um lojista fez uma venda no crédito à vista, o valor da venda será recebido por ele 30 dias após a realização da operação. Se a venda foi parcelada em três vezes, a primeira parcela será paga ao lojista em 30 dias, a segunda em 60 dias e a terceira apenas em 120 após a realização da operação.

Antecipar os recebíveis é pode receber agora os valores que só seriam pagos dezenas ou até centenas de dias depois. Parece ser uma grande vantagem para os comerciantes, inclusive muitos escolhem receber dessa forma. Porém, é preciso ser utilizada com cautela, porque ela tem um preço.

Como funciona a taxa de antecipação de recebíveis?

Como mencionamos, a antecipação de recebíveis é uma forma atraente de adiantar o recebimento das vendas realizadas por crédito. Entretanto, o empreendedor precisa estar atendo à taxas cobradas por cada operadora para não desequilibrar seu caixa e reduzir sua lucratividade por conta da antecipação.

As taxas podem variar de acordo com cada operadora de cartão de crédito. Muitas delas, hoje, já oferecem seus serviços com a taxa de antecipação incluída, como um benefício ao lojista que passa a ter a possibilidade de receber pelas vendas em no máximo dois dias.

Para vantajoso, não? Nem sempre! Ao fazer isso, as operadoras acabam escondendo o real custo da antecipação de recebíveis, dificultando o mapeamento de custos por parte dos empreendedores, que já sofrem para fazer seus controles financeiros.

O que seria ideal e ético é que as taxas aplicadas pelas operadora pela antecipação de recebíveis fosse explícita para que o lojista avaliasse dentro de sua gestão de custos se é ou não vantajoso para a sua empresa antecipar o recebimento das vendas por crédito, com liberdade de escolha e transparência na relação com a operadora.

Como calcular a taxa de antecipação de recebíveis?

Para calcular a taxa de antecipação de forma prática vamos partir do princípio que ela é um desconto referente ao adiantamento de 30 dias e que, ao mesmo tempo, obedece uma proporção diretamente relacionada ao número de dias antecipados de cada parcela.

Para evitar erros de cálculo, lembre-se de que existe a taxa a administrativa, que é aplicada sobre o valor bruto de cada vendas, de acordo com a modalidade (débito, crédito à vista ou parcelado) e que é cobrada em todas as transações por cartão, independente da antecipação. Dessa forma, ela fica de fora da conta da taxa de antecipação de recebíveis.

As taxas de antecipação só de aplicam às compras realizadas por crédito. Em caso de operações de débito, o recebimento já ocorre normalmente entre um e dois dias após a venda.

Descontada a taxa administrativa, vamos ao cálculo da antecipação de recebíveis de fato. Lembre-se de que a taxa é aplicada sobre cada parcela e de acordo com o número de dias antecipados.

Para facilitar, tome como exemplo que você deseja antecipar uma parcela com vencimento de 30 dias. Neste caso, você pagará a taxa de x% multiplicado por um, porque a antecipação foi de um mês apenas. Para antecipação de 60 dias, será x% multiplicado por dois, porque a antecipação será de dois meses, e assim sucessivamente. Ou seja, quanto maior o número de parcelas, maior será a taxa aplicada pela antecipação de cada uma delas.

Se, por exemplo, você realizou uma venda no valor de R$2.000,00 parcelada em 10 vezes e deseja antecipar o recebimento desse valor, vamos ver como ficaria a conta da taxa de antecipação.

O primeiro passo, como falamos, é descontar a taxa administrativa, que neste caso é de 3% do valor total. Dessa forma, temos R$1940,00. Esse seria o valor recebido por você em 10 meses sem antecipação alguma. Agora, sobre esse valor é que calcularemos a taxa de antecipação de recebíveis.

A taxa de antecipação de recebíveis cobrada pela operadora é de 3% para cada 30 dias de adiantamento. Dessa forma, como você deseja antecipar 10 parcelas, o cálculo deve ser proporcional aos 300 dias antecipados.

Dessa forma, antecipando o valor, você receberá o total líquido de R$ 1619,90 ao antecipar 10 meses uma venda de R$2.000,00. O desconto total pela antecipação será de R$380,10.

Vale a pena antecipar os recebíveis?

Essa é uma pergunta que só pode ser respondida pelo próprio empreendedor. Isso porque para algumas empresas o custa da antecipação pode comprometer sua lucratividade e, consequentemente, seu fluxo de caixa e capital de giro.

Por outro lado, para outros comerciantes a antecipação é vantajosa exatamente para manter o capital de giro em período de queda de vendas. Sendo fundamental para manter o fluxo de caixa.

Por isso, antes de optar pela antecipação de recebíveis, avalie as taxas cobradas pela sua operadora e se ela está sendo transparente com você ou se está mascarando as taxas. Apenas após uma avaliação minuciosa, tome a decisão de antecipar ou não.

Se este conteúdo ajudou você de alguma forma a melhorar sua gestão de caixa e controle sobre as taxas de recebíveis, curta e compartilhe nas suas redes sociais e faça com que ele alcance e também ajude cada vez mais empreendedores como você.

Conheça a verdadeira conciliação de cartão. Acesse www.conciliadora.com.br e saiba mais.