//Descarte de lixo eletrônico: como fazer corretamente?

Descarte de lixo eletrônico: como fazer corretamente?

Neste conteúdo vamos abordar os seguintes tópicos:

Transformações tecnológicas, inovações constantes e praticamente o mundo todo na palma da nossa mão, essa é a realidade dos dias de hoje. 

Mas você deve estar se perguntando, existe algum problema nisso tudo? A resposta é não, muito pelo contrário, viver em mundo cada vez mais conectado e prático traz inúmeros benefícios a todos nós.  

Mas, como tudo que é bom existem alguns pontos que temos que ter atenção, e no caso da tecnologia, esse ponto de atenção é o lixo eletrônico. 

O lixo eletrônico, também chamado de e-lixo, é uma nova espécie de resíduo que surgiu diante do descarte de equipamentos eletrônicos que não são mais utilizados.  

Em parte, esses equipamentos sem vida útil são acumulados nos domicílios das pessoas, descartados em lixos comuns, espaços abertos ou aterros sanitários.

O descarte de lixo eletrônico não especializado, como os que são geralmente realizados em aterros sanitários, por exemplo, traz muitas consequências ao meio ambiente. A liberação de substâncias tóxicas, contaminação dos solos e dos recursos naturais são algumas delas. 

Além dos problemas citados acima, o descarte desses materiais impacta diretamente a fauna, flora, reduz o tempo de vida dos aterros e afeta nosso sistema ecológico, trazendo risco para toda a população.

Lidar com o lixo eletrônico é hoje um dos principais desafios da nossa sociedade, por isso no artigo de hoje vamos mostrar como descartar o lixo eletrônico corretamente e também mostrar as consequências que a prática incorreta pode causar ao meio ambiente.

Se interessou? Então venha conosco e acompanhe a leitura até o final. 

O que é lixo eletrônico?

O lixo eletrônico também chamado de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (REEE) são todos os dispositivos eletroeletrônicos quebrados, danificados, sem utilidade ou que por algum motivo foram descartados.

Nessa linha, se encaixam diversos equipamentos usados por nós no dia a dia, como por exemplo: celulares, tablets e computadores, TVs, lavadoras, geladeiras, entre outros aparelhos que são descartados diariamente.

O descarte de lixo eletrônico virou um desafio mundial, atualmente o Brasil ocupa a sétima posição no ranking de maiores produtores de e-lixo. Ficando atrás apenas da China, Estados Unidos, Japão, Índia, Alemanha e Reino Unido.

A maior preocupação é por conta do descarte incorreto desses materiais, pois muitos deles não podem ser jogados no lixo comum. Isso porque aparelhos como celulares, tablets, computadores e outros equipamentos com bateria, contém elementos altamente danosos ao meio ambiente.

Conheça a composição do lixo eletrônico

Todos os aparelhos que dependem do uso de corrente elétrica ou de campos eletromagnéticos são chamados de eletrônicos. Eles são classificados em quatro grupos:

  • Linha branca: refrigeradores e congeladores, fogões, lavadoras de roupa e louça, secadoras, condicionadores de ar;
  • Linha marrom: monitores e televisores de tubo, plasma, LCD e LED, aparelhos de DVD e VHS, equipamentos de áudio, filmadoras;
  • Linha azul: batedeiras, liquidificadores, ferros elétricos, furadeiras, secadores de cabelo, espremedores de frutas, aspiradores de pó, cafeteiras;
  • Linha verde: computadores desktop e laptops, acessórios de informática, tablets e telefones celulares.

Os resíduos são formados quando esses aparelhos perdem seu tempo de vida útil ou se tornam ultrapassados. Entre a sucata eletrônica estão materiais como plásticos, vidro e alumínio. 

Podem estar presentes, também, metais pesados com risco de contaminação da natureza e de indivíduos. 


Veja também:


 

Importância do descarte correto


Para evitar os danos causados no e-lixo, não há outro caminho que não seja o descarte correto e a reciclagem. Atualmente existem diversos postos de coleta destinados a equipamentos eletrônicos.

A transformação desses resíduos é fundamental para poupar o meio ambiente, evitando a contaminação de solos, das águas e o surgimento de doenças. Com a reciclagem, menos recursos naturais vão ser explorados e o lixo eletrônico será devidamente tratado. 

Legislação brasileira

No Brasil, existem os postos coletores, mercados e revendedores de produtos eletrônicos que aceitam os lixos elétricos e eletrônicos. 

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), aprovada em 2010, estabeleceu uma série de obrigações, normativas e orientações sobre o descarte de resíduos, que devem ser compartilhadas por todos os setores da sociedade

Um dos avanços mais significativos da Lei 12.305/2010, foi a assinatura do acordo entre as empresas e o Governo Federal para a implantação da Logística Reversa para o recolhimento de aparelhos eletrônicos e embalagens em geral.

Além disso, essa lei dá total responsabilidade sobre os resíduos eletrônicos aos seus fabricantes, governo e sociedade em geral. Ou seja, as empresas fabricantes de novas tecnologias são responsáveis por recolher os lixos eletrônicos e dar a eles o destino correto. 

Já os usuários e a maior parte da sociedade tem o papel de levar esses resíduos nas lojas em que foram adquiridos, para que assim a empresa encaminhe aos fabricantes o lixo eletrônico.

Impactos ambientais causados pelo descarte de  lixo eletrônico

Muitos dos problemas do e-lixo descartado de forma inadequada se deve ao impacto na natureza. Os compostos que formam os materiais eletrônicos são nocivos ao meio ambiente por conter metais pesados, que podem prejudicar também os seres humanos. 

Abaixo separamos alguns dos principais danos que o descarte incorreto desses resíduos podem acarretar. Confira!  

Contaminação do solo

Os equipamentos eletrônicos possuem grandes quantidades de metais pesados, entre eles estão: mercúrio, chumbo, cádmio, alumínio e lítio. 

Estes compostos quando reunidos em grande escala se tornam altamente poluentes e penetram na superfície, afetando a qualidade dos solos, contaminando as águas de rios e lençóis freáticos.

Acúmulo de materiais nos aterros sanitários

Os aterros sanitários são locais onde o lixo fica a céu aberto, além da poluição visual, do mau cheiro e da presença de ratos e insetos. Os aterros e os lixões trazem outras consequências para as áreas onde estão situados. 

Equipamentos eletrônicos como computadores e celulares têm em sua composição grandes quantidades de materiais que demoram muito tempo para se decompor naturalmente, como o vidro e o plástico. 

Quando descartados em aterros sanitários, esses materiais aumentam seu o volume do lixo no local e reduzem seu tempo de vida útil, causando ainda mais impacto ambiental.

Danos à saúde pública

Apesar de não ser uma consequência ambiental propriamente dita, este problema está diretamente relacionado ao descarte incorreto do lixo eletrônico.

Isso porque, a poluição causada pelo descarte incorreto pode causar danos à saúde da população que vive no entorno dos aterros sanitários e das pessoas que trabalham com a separação dos resíduos descartados nesses locais

Entre os principais problemas de saúde causados pelo alto contato com esses materiais, estão: edemas cerebrais, fraqueza muscular e até mesmo câncer. 

Como fazer o descarte correto do lixo eletrônico?

Estima-se que mais de 90% das peças de aparelhos eletrônicos comuns, como celulares e computadores, possa ser reciclada. Por este motivo, o ideal é que esses equipamentos sejam levados para locais especializados no descarte de lixo eletrônico.

Atualmente existem mais de 1,7 mil Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) para pilhas e baterias em todo Brasil e aproximadamente 70 de eletroeletrônicos localizados em São Paulo. 

Esses pontos de entrega e coleta ficam localizados em áreas de grande movimento ou comércios. O estabelecimento em que você faz as suas compras da semana pode ter um PEV.

Vale ressaltar, que antes de sair de casa para descartar os produtos é importante separar os materiais. Se o aparelho tiver bateria de lítio, como em celulares, notebook, entre outros, deixe-a dentro do equipamento e descarte na área para eletroeletrônicos.

A recomendação para descarte é de não desmontar os aparelhos. Já a recomendação para as pilhas comuns, que são bastantes usadas, o ideal é colocá-las numa sacola de plástico em qualquer ponto de coleta de pilhas ou até mesmo de eletrônicos que recolham elas. 

No caso das empresas, que produzem grandes quantidades de resíduos, a orientação é contratar um serviço especializado para coleta desses materiais ou se possível adquirir trituradores de placas eletrônicas. 

Depois de recolhido, o lixo eletrônico é separado e enviado para onde ele poderá ser útil, seja nas indústrias para reutilização e reciclagem ou para o descarte em locais apropriados que não prejudiquem o meio ambiente. 

Conclusão

Devido ao potencial tóxico, o lixo eletrônico não pode ser descartado diretamente no meio ambiente ou em aterros sanitários. A Política Nacional de Resíduos Sólidos é bem objetiva quanto ao gerenciamento do e-lixo. 

Por meio da Lei 12.305/2010 a determinação é que os diversos setores envolvidos com a geração do lixo eletrônico adotem a logística reversa.

O método reverso se baseia no recolhimento dos produtos depois de usados pelo consumidor. Deve haver um esforço conjunto de empresas fabricantes, importadoras ou comercializadoras dos produtos para coletar esse material.  

A implantação de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) é fundamental para que o consumidor também se torne um dos responsáveis pelo descarte de lixo eletrônico, quando não se utiliza mais o aparelho eletroeletrônico. 

Agora que você já sabe como descartar seu lixo eletrônico corretamente é hora de colocar essas ações em prática. 

Gostou do conteúdo? Conte para gente nos comentários e não deixe compartilhar nas redes sociais. 

By |2021-08-20T11:07:56-03:0020 de agosto de 2021 |Indústria|

Sobre o autor:

Formado em Jornalismo pela Universidade Paulista. Decidiu cursar jornalismo porque sempre gostou de ler e impactar as pessoas com suas palavras. É Assessor de Imprensa e criador de conteúdo no Portal Soluções Industriais. Apaixonado pela escrita, compartilhar conhecimento e por futebol.

Leave A Comment

Segurança Digital Meios de comunicação com seu cliente Medidor de pressão Industrial Fortaleça seu negócio Erros que podem prejudicar as vendas da sua empresa