//Desenvolvimento sustentável: adaptando empresas para as novas exigências do século XXI

Desenvolvimento sustentável: adaptando empresas para as novas exigências do século XXI

Meio ambiente e sustentabilidade são temas permanentes em discussões sobre o que se espera de um mundo melhor. Mas não se trata apenas de querer, e sim da necessidade de termos um planeta mais saudável, próspero e sustentável. Gerações futuras dependem dessa condição para contar com os recursos necessários à sobrevivência.

O que temos hoje é um meio ambiente degradado, resultado do crescimento econômico sem precedentes após a Revolução Industrial. 

Embora a sustentabilidade ambiental já fosse uma preocupação há várias décadas, foram as quatro últimas que “deram uma sacudida” sobre a real situação do meio ambiente. 

Apesar do salto tecnológico no período que marcou a transição dos processos de manufatura ser apontado como o início da degradação do planeta, não se pode desdenhar o crescimento das civilizações, econômica e socialmente. Não há como travar o desenvolvimento econômico, por isso, em 1992, na Eco-92, foi cunhado o termo desenvolvimento sustentável. 

Assim, o mundo despertava para uma nova forma de organização econômica, social e cultural, cujo objetivo era encontrar maneiras de preservar o ecossistema, mas sem deixar de satisfazer as necessidades socioeconômicas da população, mantendo o desenvolvimento econômico. 

O desenvolvimento sustentável no Brasil e no mundo é tema de um dos melhores cursos online do Educamundo. Para aprofundar seus conhecimentos nessa temática, reforçar seus estudos ou para se qualificar, valorizar seu currículo e disputar boas vagas no mercado de trabalho, essa é a opção certa. 

Acompanhe nosso artigo e conheça alguns tópicos importantes relacionados a meio ambiente, educação ambiental e sustentabilidade e muitos outros pertinentes ao tema.

Desenvolvimento sustentável: espaços construídos, gestão de resíduos sólidos e sustentabilidade em licitações

O desenvolvimento sustentável é o processo de mudança no qual a exploração de recursos, investimentos e o desenvolvimento tecnológico caminham de mãos dadas com a preservação ambiental sem deixar de satisfazer as aspirações e desejos da humanidade nessa geração.

Para isso, diversos objetivos são traçados em busca do desenvolvimento sustentável, e não se trata apenas dos recursos naturais, mas sim da sociedade como um todo.

Devido à amplitude do assunto não há como abordá-lo em todas as suas facetas neste espaço. 

Por isso vamos destacar alguns assuntos a respeito de políticas de preservação ambiental e aspectos legislativos tanto sobre os espaços construídos quanto sobre gestão de resíduos sólidos, temas escolhidos para lhe deixar informado sobre as ações direcionadas ao desenvolvimento sustentável no Brasil. 

Ah, tem também um tópico sobre a sustentabilidade ambiental, econômica e social em licitações e compras públicas.

São temas muito interessantes e esclarecedores, que devem ser sempre considerados para uma eficiente educação ambiental e sustentabilidade em vários aspectos. 

Por trás do Curso Online Desenvolvimento Sustentável, por exemplo, há o incansável trabalho de um departamento de pedagogia super dedicado e comprometido com a qualidade dos materiais que disponibilizamos. Então aprenda um pouco aqui e aprofunde os saberes em nosso curso online.

Sustentabilidade em projetos e espaços construídos

Mesmo sendo o símbolo do progresso, as cidades também marcaram o início de diversos problemas sociais, estruturais e ambientais. Grande parte dos recursos naturais cederam lugar à expansão e manutenção desses grandes centros urbanos. 

Mas a atual atenção voltada ao meio ambiente e sustentabilidade considera amplamente a sustentabilidade ambiental das edificações e dos espaços urbanos.

De acordo como o Ministério do Meio Ambiente, a construção civil tem um papel essencial com relação à realização dos objetivos globais do desenvolvimento sustentável. O setor é apontado como o que mais consome recursos naturais, além de usar intensivamente a energia, o que gera significativos impactos ambientais.

Espera, ainda há mais: além dos impactos causados pelo consumo de energia e matéria, há os que são associados à gestão de resíduos sólidos, gasosos e líquidos. O CIB – Conselho Internacional da Construção estima mais da metade dos resíduos sólidos gerados por atividades humanas venham da construção.

Para minimizar os impactos causados pela construção, surge o conceito de construção sustentável. No contexto do desenvolvimento sustentável, esse conceito vai além da sustentabilidade ambiental e abriga também a social e econômica, no intuito de garantir valor à qualidade de vida das pessoas e das comunidades.

Nas cidades, as prefeituras podem atuar fortemente nessa questão de construções sustentáveis. Por meio de legislações urbanísticas e códigos de edificações, pode fomentar e incentivar boas práticas de sustentabilidade com convênios com as concessionárias de serviços básicos, como esgotos, água e energia. Incentivos tributários também funcionam muito bem nesses casos.

O Ministério do Meio Ambiente até dá as recomendações, veja só:

  • Na implementação urbana: preservação de espécie nativas; adaptação topográfica ao local; acessibilidade universal e caminhos que privilegiam pedestres e ciclistas; dentre outras.
  • Nas edificações: adequar os projetos ao clima local, otimizando as condições de iluminação, ventilação e aquecimento naturais, como forma de reduzir o consumo de energia; acessibilidade universal etc.
  • Na escolha dos materiais de construção: tentar utilizar os materiais disponíveis no local, não tóxicos, recicláveis e pouco processados. Com relação aos resíduos, tentar reduzir e dispô-los de forma adequada, optando sempre pelo reuso e reciclagem.
  • Em relação à energia: prever a coleta de água das chuvas; utilizar dispositivos que ajudam na economia de água; reuso de águas; banheiro seco quando possível; coletor solar térmico e outros.
  • Nas áreas externas: valorizar as paisagens naturais e nativas; prever espaço para o cultivo de alimentos e para compostagem de resíduos orgânicos etc.

Os desafios são grandes e ter profissionais capacitados na área é o primeiro passo

São grandes desafios considerando a relevância, potencial e grandiosidade do setor da construção civil, mas há muitos caminhos que norteiam para a sustentabilidade em projetos e espaços construídos. 

A começar pela educação ambiental e sustentabilidade fazendo parte da formação de todos os profissionais da área de construção civil.

Para reforçar, esses especialistas ainda podem contar com nossos cursos online direcionados a tudo que engloba o desenvolvimento sustentável no Brasil. 

Quem está começando na área pode apostar nessa qualificação para compreender conceitos essenciais sobre meio ambiente e sustentabilidade e se situar como parte do problema e da solução. Sem contar que para o currículo é uma excelente escolha.

O que você achou desse tema? Conte-nos a sua opinião e não esqueça de compartilhar este artigo com amigos e familiares ok?

Artigo criado pela equipe do Educamundo, um dos maiores sites de cursos online do pais!