//Dicas poderosas para construir um networking inteligente na advocacia.

Dicas poderosas para construir um networking inteligente na advocacia.

Networking é o termo que se refere a ação de trabalhar sua rede de contatos, trocando informações relevantes com base na colaboração e ajuda mútua. 

Ter que vem do inglês (“net” é rede e “work” é trabalho) e significa rede de contatos ou de relacionamento, o networking pode ser uma arma super poderosa para advogados e demais profissionais do ramo jurídico. 

Afinal de contas, ter uma boa rede de contatos sempre foi e sempre será fundamental para profissionais, em qualquer época, neste ou nos séculos passados. Ter bons amigos e conhecidos em diferentes segmentos do mercado sempre renderá bons contratos e oportunidades. 

Atualmente, em meio a era digital, ampliou-se ainda mais as possibilidade de desenvolver o chamado networking e, com isso, alcançar o máximo do crescimento profissional.

Mas, como advogado, você sabe construir um networking inteligente? Neste conteúdo desenvolvido pelos profissionais em PNL, hipnose e coaching do IBND (Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento) vamos te fornecer dicas fundamentais para trabalhar sua rede de relacionamentos. 

Como fazer networking de maneira inteligente?

Infelizmente, a maioria das pessoas recorre ao networking de forma equivocada. Muitas vezes, só ativando suas redes de contato quando preciso de alguma coisa. 

Uma das maiores premissas para a construção de uma boa de rede de relacionamento é que você a estabeleça antes de precisar de algo. Para a construção de um bom networking, é preciso seguir algumas diretrizes:

  • Programe suas atividades de networking

Estabelecer em quais eventos ou encontros profissionais você pretende ir, tendo em mente um objetivo claro para cada compromisso, é o primeiro passo importante na construção de um bom networking.

Mas não para por aí. Após o encontro, faça um acompanhamento dos contatos criados para estreitar ainda mais os laços. 

Ir a um evento sem objetivos pré-estabelecidos de nada adianta, assim como fazer contatos com dezenas de pessoas. Ao se comprometer a ir a um evento, tenha em mente o que você está buscando. 

  • Seja proativo e inicie conversas em eventos e encontros

Para ter uma boa rede de relacionamentos, você precisa estar disposto a iniciar conversas com as pessoas.

Observe quem você vê como potencial de relacionamento futuro, seja como prestador de serviço, sócio, funcionário ou até mesmo cliente.  


Veja também:


  • Por vezes, fale menos e ouça mais

Quer construir uma rede de contatos sólida? Esteja disposto a conhecer mais sobre o outro; Demonstre interesse em saber sobre seus objetivos, habilidades, gostos e conquistas. 

Desta forma, você gera mais conexão e poderá personalizar suas conversar. Além disso, quando demonstramos interesse genuíno pelo outro, ela também tende a se interessar por nós. 

  • Frequente locais e eventos onde seu nicho costuma ir

Você não precisa ir a todos os eventos que aparecem — e com certeza, não terá tempo para isso. Ao conhecer bem o seu público e o que você está buscando, você poderá escolher estrategicamente os lugares para fazer suas atividades de networking.

  • Saiba vender seu peixe

Você faria negócios com alguém que não sabe falar sobre si mesmo e sobre seu trabalho? Podemos apostar que não. Por isso, pense em criar um pequeno script sobre o que você faz. 

Deste modo, você poderá estabelecer uma forma clara e menos chata de gerar interesse nas pessoas para as quais você se apresenta. 

Quer vencer a timidez para fazer um bom networking?

Para garantir um bom networking, sem dúvidas é preciso que você tenha confiança e segurança para iniciar conversas e para se posicionar em meio a pessoas ainda desconhecidas. 

Um grande problema de profissionais que desejam fazer networking, entretanto, consiste na timidez. Afinal, para algumas pessoas não é nada fácil estar em um espaço cheio de pessoas desconhecidas com as quais é importante fazer contato. 

Mas para isso, existem ferramentas que podem ser de grande utilidade. Na hipnoterapia, por exemplo, é possível identificar as causas e gatilhos para a timidez. E claro, tratá-las!

A técnica consiste em ensinar o cliente a obter controle sobre sua mente, ajudando-o a eliminar pensamentos negativos e sabotadores e, consequentemente, garantir mais segurança diante situações que antes causariam medo e ansiedade.

Ademais, no curso de hipnose online do IBND é apresentado técnicas de PNL para que o aluno aprenda a se comunicar de forma mais assertiva e clara, utilizando os recursos da sua mente ao seu favor. 

Quer construir um bom networking? Comece transformando o seu mundo interior!

Whatsapp Marketing para o Empreendedor Vendas no Instagram Vendas industriais e internet Vantagem Competitiva Tecnologia no Marketing