//Gestão de senhas: como implementar na sua empresa

Gestão de senhas: como implementar na sua empresa

Quando você precisa criar senhas para sua empresa usar, seja em dispositivos ou sistemas, como você faz? E para ter o controle delas? Vocês anotam em algum lugar ou utilizam algum software de gerenciamento de senhas? 

Como já se sabe, não podemos deixar senhas salvas em lugares de fácil acesso. E muito menos utilizar senhas consideradas fracas. Para que não se corra o risco de que elas caiam em mão erradas. E muito menos que sejam usadas para fins que prejudiquem o seu negócio.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo que ajudará você e sua equipe a ter controle maior das senhas da empresa. Bem como criar passwords fortes, que realmente proporcionem segurança para o negócio. Continue a leitura!

Por que implementar a gestão de senhas?

Muitos ataques hacker acontecem devido à fragilidade das senhas que os usuários cadastram em softwares e sistemas online. Pois, quanto mais simples a senha, mais fácil será para o cibercriminoso descobri-la. E consequentemente, invadir os sistemas de uma empresa, por exemplo. 

Outro ponto que deve ser de grande preocupação, trata-se do local onde se armazenará as senhas. Há pessoas que deixam as senhas utilizadas diariamente escritas em pedaços de papel ou em um bloco de notas sem segurança alguma.

Imagine que em uma loja cujo atendimento é presencial, algum colaborador deixe a senha escrita em um post-it e colada próximo ao computador utilizado no atendimento. Logo, se algum terceiro visualizar a senha, poderá ter acesso facilmente aos sistemas da loja. Assim, conseguirá visualizar, modificar, deletar e até compartilhar dados sigilosos da empresa.

Em virtude disso, é importante que as empresas adotem uma gestão de senhas. Bem como uma política que sirva para conscientizar todos que trabalham ali. Visando uma maior proteção das informações da empresa.

Afinal de contas, informação é o bem mais precioso que uma instituição tem. Por isso, cuidar e garantir que não haja nenhum vazamento é primordial para o futuro do negócio.

Veja a seguir 3 dicas de como criar senhas seguras e implementar em sua empresa, de forma que todos colaborem.

Para cada sistema, uma senha

Nada de utilizar a mesma senha em diferentes lugares. Por exemplo, não use a senha do e-mail, também no CRM da empresa. Mesmo que a senha seja de fácil memorização e tenha um valor sentimental significante. Não a utilize em mais de um lugar.

Como também, não crie senhas com número sequenciais ou com a data de nascimento. Uma vez que, se um invasor conseguir quebrar a senha de algum determinado lugar, e a mesma senha é empregada em outros locais, logo ele terá pleno acesso a tudo que a empresa faz no dia-a-dia.

Por isso, crie senhas alternadas. Utilize muitos caracteres quando possível e troque as senhas, pelo menos, a cada 60 dias.

Além disso, fique atento a qualquer movimentação suspeita e caso receba algum alerta no e-mail de que alguém tentou acessar algum sistema, troque imediatamente sua senha.

Para que não corra risco de receber e-mails maliciosos e fraudulentos, utilize um bom AntiSpam para filtrar as mensagens que chegam para cada um da sua empresa.

Adote um gerenciador de senhas

Para que você use senhas impossíveis de decorar, é preciso que as guarde em algum lugar, correto? Sendo assim, opte por softwares que salve as senhas com segurança para toda a equipe.

Opte por gerenciadores de senhas. Neles é possível criar senhas com mais de 60 caracteres. Imagine o quão difícil será para um hacker descobri-las.

Além disso, o software que gerencia as senhas as armazenará com segurança, uma vez que para o usuário ter acesso ao conteúdo guardado ali, ele precisará realizar um login de acesso.

Mas é necessário que isso seja implementado para todos na empresa. De forma que todas as senhas estejam seguras. Lembre-se sempre de ter um backup das informações. Um conselho é utilizar o backup em nuvem, para ter acesso e conseguir restaurar as informações quando e onde precisar.

Utilize token para autenticar os acessos

O objetivo aqui é aumentar ainda mais o nível de segurança dos logins da sua empresa. Pois, além de contar com senhas fortes, o duplo fator de autenticação torna o acesso ainda mais difícil para alguém mal intencionado.

Você poderá utilizar um simples aplicativo que gerará o token para os colaboradores. Assim, para acessar determinado sistema da empresa, além da senha, será necessário a inclusão do token gerado.

Atualmente, como muitas empresas adotaram o regime de Home Office, é importante que a empresa tenha meios para que todos tenham acesso às informações.

Para isso, é interessante utilizar a nuvem. Por meio do file server cloud (servidor de arquivos em nuvem), todos os colaboradores conseguem trabalhar de suas casas. E o melhor, para ter acesso às informações, será necessário login e senha. E o gestor consegue delimitar os acessos e dispositivos que podem se conectar.

Artigo produzido por Maria Alice Ferreira – Criadora de Conteúdo no grupo Brasil Cloud.