//Qual o mais recomendado: Data Center ou Cloud?

Qual o mais recomendado: Data Center ou Cloud?

Uma das dúvidas que surgem quando se inicia um negócio é sobre a infraestrutura de T.I, se os dados serão armazenados em um Data Center ou em um Cloud (também conhecido como Nuvem). Tal decisão é muito importante para uma empresa, uma vez que envolve a guarda de dados essenciais para o funcionamento da empresa.

No entanto, é comum que os gestores fiquem com dúvidas quando a qual tipo escolher. Caso você também compartilhe da mesma dúvida, confira abaixo e conclua qual é o mais recomendado para o seu negócio.

Data Center: o que é e como funciona?

Conhecido também como Centro de Processamento de Dados, trata-se de um local utilizado para alocar servidores físicos. Pode ser tanto na própria empresa (C.P.D.), ou em um local externo contratado (I.D.C.).

Mantém-se funcionando 24 horas por dia, mas precisa ser monitorado, com o intuito que não sofra danos devido à temperatura ou umidade do lugar. Outro ponto é que necessidade de constante preocupação quanto à segurança para que vazamentos ou perdas de dados não sejam sofridas.

Cloud Computing: o que é e como funciona?

A Cloud Computing ou Computação em Nuvem, também é uma opção de armazenamento, porém mais sofisticada. Nela é possível que os dados da empresa sejam salvos de forma virtual na internet.

E isso sem ser necessário ter um equipamento físico para armazenar tais arquivos. Outro ponto é que, ao não depender de estrutura física para salvar os documentos, os mesmos podem ser acessados em qualquer local, a qualquer hora, não sendo necessário acessar apenas dos computadores da empresa. O que facilita muito o regime de Home Office, concorda? 

Principais diferenças

Veja a seguir as diferenças que mais se destacam entre um Data Center e um Cloud.

Risco no armazenamento

Quando falamos em Data Center, lembre-se que ele precisa ficar em um local físico, logo isso pode fazer com que sofra com desastres e danos, seja incêndios ou alagamentos, por exemplo.

E tais situações pode fazer com que os dados ali armazenados se percam. Por outro lado, quando falamos em armazenar dados na Cloud (na Nuvem), tal risco não acontece, já que não é necessário ter estrutura física. O que contribui para diminuir exponencialmente a chance de perda de informações.

Segurança

Ao armazenar os dados em um Data Center, é preciso tomar algumas medidas preventivas de segurança, como por exemplo, permitir que apenas pessoas autorizadas acessem o local.

E quanto ao armazenamento em Nuvem, existem tecnologias para garantir a segurança, como a Private Cloud (Nuvem Privada, em português), onde é possível que apenas acessem os dados da empresa pessoas com usuário e senha cadastrados.

Escalabilidade

Se você quer armazenar suas informações em um Data Center e não quer compartilhar o espaço com outras empresas, você terá a opção de utilizar um Servidor Dedicado. Mas quando precisar aumentar a capacidade de armazenamento, será preciso investir na aquisição de novos equipamentos.

Quando se utiliza a Cloud, você conta com a vantagem de ser uma solução escalonável e flexível, ou seja, é possível aumentar o espaço quando quiser, sem gastos com novos equipamentos, depreciação e burocracia. E tudo com cliques de mouse.  

Em qual investir?

Investir em uma estrutura de Data Center pode ser um gasto elevado para muitas empresas, ainda mais para empresas de pequeno e médio porte que não tenham tantos dados a serem armazenados em uma estrutura robusta. 

Caso a empresa precise, por exemplo, em meio ao atual cenário, ter arquivos disponíveis para os funcionários em Home Office, o ideal seria apostar na Nuvem.

Pois, tal modalidade pode sair bem mais barato, sendo possível pagar apenas mensalidades para a manter o serviço de Armazenamento em Nuvem. E futuramente, quando for preciso aumentar a capacidade de espaço, deverá ser pago só a mais pelo aumento, sem necessidade de comprar infraestrutura ou perder com depreciação.

Dessa forma, pode-se perceber que tanto o Data Center quanto a Cloud, podem ser boas soluções para as empresas. Vai depender da necessidade, do quanto cada uma pode investir, dentre outros fatores que precisam ser lavados em consideração na hora da escolha. Principalmente quando falamos em produtividade, disponibilidade de dados e segurança da informação.

Artigo produzido por Maria Alice Ferreira – Criadora de Conteúdo no grupo Brasil Cloud.