//Registro de Domínio: tudo o que você precisa saber sobre

Registro de Domínio: tudo o que você precisa saber sobre

Você tem dúvidas quanto ao procedimento de registro de domínio? Preparamos esse texto para esclarecer as principais dúvidas que surgem quando se vai registrar um domínio, independentemente da extensão escolhida. Então, se ainda não entendeu muito bem do que se trata, fique tranquilo que vamos explicar com mais detalhes a seguir.

O registro de domínio é utilizado para que uma empresa, por exemplo, tenha um endereço online. Isto é, não será usado apenas para que a empresa seja encontrada na Internet, mas também para proteger o nome da sua marca no ambiente digital. Até porque, não adianta apenas registrar a marca no INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, é importante garanti-la no universo online também. Além disso, quando registra-se um domínio, você:

  • aumenta sua credibilidade no meio online;
  • promove a presença da sua empresa na Internet;
  • possibilidade de utilizar e-mail com o nome do seu negócio, ex.: contato@nomedasuaempresa.com.br;
  • garante que outra empresa não possa registrar o nome da sua marca na Internet;
  • protege e fortalece a sua marca;

Esses são alguns dos benefícios que você usufrui com o registro do domínio da sua marca. Agora, serão apresentadas as principais dúvidas que surgem na hora de fazer o registro. Continue a leitura!

Diferenças entre “.com” e “.com.br”

Ambas são extensões, que não diferem entre si e nem com as demais existentes. Ou seja, todas as extensões, seja .com,.com.br, .net, .adv,. ind, e assim por diante, vão funcionar em qualquer lugar do mundo.

Mas o que as distingue é a regulamentação de cada uma. Uma vez que, para cada tipo de extensão há um órgão responsável por regulamentar, definir valores e regras para seus respectivos processos de registro.

Quais extensões existem e estão disponíveis para registro de domínio?

A variedade de extensões é bem grande. E poderá ser escolhida conforme o tipo de negócio, por exemplo, ser for um escritório de advocacia, há a extensão: .adv ou se for uma indústria, poderá utilizar a extensão: .ind. Além dessas, existem:

  • .com;
  • .com.br;
  • .net;
  • .games;
  • .tv;
  • .info;
  • .school;
  • .name;
  • .desing;
  • e muitas outras.

Cada extensão tem um significado?

Em geral, as extensões representam abreviações do tipo de domínio, ou seja, o “.com”, significa Comercial. Outro exemplo, a extensão “.edu” significa Educação, “.gov”, é o mesmo que Governamental, “.org” expressa Organização Sem Fins Lucrativos, e assim por diante.

Outro ponto que vale ressaltar, é que quando houver o “.br”, de “.com.br”, ele é utilizado para indicar que um domínio é do Brasil. O mesmo acontece com outros países e lugares:

  • Dinamarca (.dk);
  • França (.fr);
  • Canadá (.ca);
  • Europa (.eu);
  • entre outros.

Manutenção do Registro de Domínio

É extremamente importante estar atento ao vencimento da anuidade do registro de domínio. Uma vez que após registrado, os domínios necessitam ser renovados e pagos todo ano. Pois caso contrário, perde-se o direito do mesmo e ele passa a estar disponível novamente para que outras pessoas possam registrá-lo.

Dessa forma, com um simples investimento você garante que sua empresa detenha exclusividade online. Detalhe: ao se registrar um domínio você pode fazê-lo tanto diretamente nos órgãos que o regulamentam, quanto por meio de uma instituição que ficará responsável por fazer o registro e também o lembrar de renovar anualmente, por exemplo. De certa forma, quando você mesmo registra, corre-se o risco de esquecer o prazo de renovação do registro de domínio, por isso é importante ficar atento.

Além disso, é importante salientar que é possível registrar um domínio para um período de 10 anos seguidos de validação, ou seja, durante esse período não será necessário se preocupar com a renovação. Mas depende da extensão que pretende utilizar.

Tem como perder um domínio?

Sim, há três situações em que é possível perder o direito sobre um domínio, veja a seguir:

  • falta de pagamento/inadimplência;

Isto é, descuido com a manutenção do domínio contratado.

  • não renovar o domínio por não ter interesse em continuar com o mesmo;

Caso não queira ou não vá continuar com aquele domínio ora registrado anteriormente, é só não o renovar na próxima anuidade. 

  • disputa judicial devido a propriedade intelectual;

Acontece nos casos em que uma empresa se pronuncia como aquela que detém determinado domínio e faz isso por meio de ordem judicial, em muitas das vezes, são registros realizados de má fé. 

Enfim, gostou de saber como funciona o Registro de Domínio e suas vantagens para o ambiente corporativo? Por meio dele as empresas conseguem garantir maior representatividade no meio online, passar maior credibilidade para seus clientes e proteger sua marca na Internet. 

Artigo produzido por Maria Alice Ferreira – Criadora de Conteúdo no grupo Brasil Cloud.