//Dicas de prevenção de incêndios dentro da indústria

Dicas de prevenção de incêndios dentro da indústria

Tomar medidas de prevenção contra incêndios é algo muito importante para toda e qualquer empresa. Fornecer segurança e método de prevenção tanto para os funcionários quanto para as pessoas que circulam por lá é fundamental.  

Geralmente as pessoas acreditam que se algo do tipo acontecer, o correto é chamar uma empresa de bombeiro civil ou os bombeiros e esperar. Mas, para manter a segurança do máximo de pessoas possível, é necessário envolver todos após a ligação de pedido de socorro.

Assim, caso ocorra algum incêndio, existem pessoas preparadas para proteger e garantir a segurança de quem ocupa aquele ambiente. 

Infelizmente todas as empresas estão sujeitas a incêndios, portanto, para que nenhum mal aconteça, juntamos algumas dicas sobre prevenção. São coisas essenciais e de muito valor, vale a pena prestar atenção.

Prevenção contra incêndios em empresas

As situações em que podem ocorrer incêndios são diversas, sendo que algumas das principais são as descargas elétricas, falhas humanas e uso de computadores. Desta forma, é importante prestar atenção para que nada ocorra. 

Empreendedores de vários tipos enfrentam problemas com a forma de colocar em prática as normas de prevenção, mesmo que não seja algo tão desafiador. 

Por ser um tema muito comum, não é difícil de entender ou abordar na sua empresa. Desta forma, a ideia de saber e entender as normas não deve ser deixada de lado. 

Para começar a se prevenir contra os incêndios, é necessário entender como funcionam os equipamentos e as placas de sinalização exigidas por lei.

Assim, é possível transformar o espaço físico da sua empresa no ambiente de prevenção e combate a possíveis situações de risco com fogo. É essencial para proteger o seu patrimônio e garantir a segurança dos seus funcionários. 

Além disso, existem informações sobre quais são as principais dicas e os principais Corpos de Bombeiro para chamar em casos de emergência.

Instruções são importantes

Em situações de risco, instruções espalhadas pela empresa podem acabar sendo fatores importantes. Geralmente, placas e avisos pelas paredes, pelo solo ou até mesmo instruções faladas são usadas.  

Passagens de emergência, corredores e escadas devem ser totalmente desobstruídos para que em casos de qualquer acidente ou incêndio, os socorros cheguem mais rápido, sem interrupções. 

Manter a calma

Todos sabem que manter a calma em situações de emergência é de extrema importância, afinal, uma pessoa descontrolada pode acabar apavorando os demais. Desta forma, informe para que todos mantenham a calma e sigam as instruções da maneira mais civilizada possível. 

Em qualquer tipo de acidente, todo cuidado ainda é pouco, portanto, saber como fazer e as maneiras de se prevenir pode acabar dando um alívio para todos os colaboradores.  

Manutenção nas redes elétricas e nas tomadas

A manutenção da rede elétrica evita que ocorram curtos circuitos, o que geralmente causa queimaduras. Também é necessário prevenir o uso de qualquer tipo de gambiarra, mesmo que saia um pouco mais caro cuidar e fazer manutenção, ainda é mais barato do que deixar acontecer e tomar mais prejuízos por incêndios. Vale mais cuidar bem das tomadas do que reconstruir uma empresa inteira. 

Cuidado com cigarros perto de produtos inflamáveis

Pode até parecer algo óbvio, mas vale ressaltar que esta combinação não funciona de modo algum. Cigarro e produtos inflamáveis são de longe duas coisas que jamais deveriam se aproximar.  

Em casos de colaboradores fumantes, sempre oriente para prestar atenção no local onde fumam, visando manter os riscos mínimos não somente para quem fuma, mas para todos dentro da instalação. 

Treinamento para os funcionários

Para que todos saibam o que fazer em situações de incêndio, vale investir nos funcionários, ensinando todos os métodos de prevenção possíveis. Funcionários capacitados que sabem usar um extintor de incêndio, socorrer feridos e liderar com calma são necessários para evitar dores de cabeça. 

CIPA e brigada de incêndio

Reunir os funcionários e construir uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), além de uma brigada de incêndio coordenada por um especialista é importante. 

Tanto para a CIPA quanto para a Brigada de incêndio, os funcionários devem passar por instruções vindas de especialistas, sempre visando selecionar os melhores profissionais para que nenhuma falha passe em branco.  

A função de CIPA é observar situações de risco no ambiente de trabalho, nem sempre relacionada ao fogo, mas também relacionadas à saúde do trabalhador em geral, tanto física quanto mental. 

A CIPA também precisa buscar medidas que eliminem os riscos. A CIPA deve evitar doenças e acidentes de trabalho, sendo obrigatória em todas as empresas que possuam mais de 20 funcionários. 

A Brigada de Incêndio é um grupo formado por profissionais da mesma empresa que serão treinados para agir em situações de risco de incêndio.

Sua função é auxiliar na contenção do mesmo e evacuação do local, além de ajudar na empresa com identificação de situações que representam risco de incêndio. Ela é variada dependendo das instruções dos Bombeiros. 

Para que os brigadistas consigam ajudar na prevenção de incêndios, eles precisam de alguns equipamentos, tais que são: 

  • Lanternas 
  • Luvas especiais contra chamas 
  • Caneleiras 
  • Botas de cano alto 
  • Roupas compridas 
  • Capacete resistente a altas temperaturas 
  • Equipamentos de comunicação 
  • Equipamentos de proteção respiratória. 

Avaliação do Corpo de Bombeiros na sua empresa

Uma visita específica do Corpo de Bombeiros na sua empresa é algo muito importante, já que eles podem ver e ajudar com os riscos possível lá dentro. 

Por ser um dos principais meios de combater incêndios, o Corpo de Bombeiros da sua região deve ser contatado o mais rápido possível, assim, obtendo informações sobre o processo. 

Uma empresa é classificada como alto ou baixo risco de acordo com o volume físico, volume de pessoas e as atividades praticadas lá dentro. 

Vale lembrar que uma empresa que desenvolvem atividades como fabricação de produtos, estádios e afins, geralmente possuem mais riscos do que uma escola infantil por exemplo.