//Como funcionam os medidores de pressão industriais

Como funcionam os medidores de pressão industriais

Na indústria atual, há uma grande importância em ter maximizada a produção do setor, assim como a integridade e qualidade dos seus equipamentos. Um dos meios mais utilizados para realizar essas atividades no setor da indústria é a instrumentação industrial, composto por uma gama de equipamentos que medem diferentes variáveis para maximizar o uso produtivo dos mesmos.

Um dos mais importantes, senão o mais importante de todos os aparelhos é o medidor de pressão, que tem uma ampla variedade de aparelhos, que ajudam na otimização e maximização de toda a atividade industrial.

O que é medidor de pressão industrial?

Em toda a indústria, esse equipamento serve para regular a pressão de fluidos líquidos ou gasosos de ambientes internos, tanto positiva, quanto negativamente, isso depende da situação na qual é usada.

Um outro ponto a destacar sobre como como funciona medidor de pressão industrial é a medição da temperatura, tanto de locais que exigem uma constante refrigeração, como de frigoríficos, e os ambientes industriais no geral, dependendo do local de atuação do equipamento, a variação é muito grande.

História do medidor

A origem deste produto remete ao século XVII, quando o físico italiano Evangelista Torricelli criou o barômetro, o primeiro aparelho que era capaz de avaliar a pressão da força do ar por toda a superfície da terra. Isso foi possível graças a uma experiência, feita através o preenchimento de um tubo de 1 metro de mercúrio, selado sobre um dos lados e também mergulhado numa cuba que também incluía mercúrio.

O principal elemento medido por este produto é o fluido, substância essa que tem a capacidade de fluir, água, álcool, ar, entre outros elementos são considerados fluidos, sendo que cada um deles é medido de acordo com a densidade de variável. Segundo o cálculo de Torricelli, a pressão atmosférica feita sobre a pressão do fluído é algo balanceado pelo peso da coluna. A conta ficaria assim: Patm = p. g. h

Um outro princípio teórico para medição da pressão é o teorema de Stevin, desenvolvido pelo engenheiro belga Simon Stevin, que mede a pressão de dois pontos que ficam dentro dos fluídos, também conhecido como hidrostática, no qual, explica a ligação de diferentes recipientes em um conduto.

Além disso, existe a teoria de Blaise Pascal, força a um líquido, a pressão causada se distribui de forma integral e igual a todas as direções e os sentidos. Desta forma, Pascal criou a prensa hidráulica, um instrumento que tem dois cilindros com os raios distintos interligados por um tubo com dois êmbolos em áreas distintas em linhas horizontais. O cálculo básico é: P1 = F1/A1 e P2 = F2/A2 P1=P2 (F1/A1) = (F2/A2).

Manômetros de pressão

A partir destas teorias, princípios e densidades, foram desenvolvidos os primeiros instrumentos do tipo medidor de pressão, sua arquitetura é feita para esse princípio. Os Manômetros são os primeiros e os mais conhecidos medidores de pressão industrial, funciona através da conexão interior, na qual é usada para a entrada do fluído, contando com uma mecânica de um ponteiro, que trabalha para desempenhar a medição de dois diferentes pontos.

O manômetro é um equipamento fabricado em mercúrio, ele vem junto com um tubo de vidro e um ponteiro, que é responsável por medir inúmeros tipos de segmentos do setor industrial. Para o funcionamento, é necessário ser aferido, a partir da injeção de pressão e construir a escada de valores na qual será utilizada. No mercado, esses instrumentos já tem esses mecanismos previamente calculados.

Os aparelhos contam com um painel, que faz a atualização em tempo real das variações de temperatura, além da qualidade de regular a pressão. As matérias-primas usadas para fabricar os instrumentos são: aço inox, aço carbono e latão, não precisa de eletricidade para ligar o aparelho, mas necessita do acompanhamento do painel para funcionar de forma eficiente.

Tipos de medidores de pressão

Quando se fala de manômetros como um medidor de pressão, a variedade de produtos é grande no mercado, cada um deles com objetivos e mecânicas diferentes de um equipamento. Esses instrumentos se dividem em:

Manômetros Padrão: É tido como o mais utilizado entre os medidores. Ele é composto por uma bomba comparadora pneumática e hidráulica, é um instrumento ideal para se submeter à calibração;

Manômetros tipo coluna líquida em”U”: Seu objetivo é calibrar pequenos medidores de pressão. Ele é capaz de medir uma pressão aplicada que suporta uma coluna líquida contra a atração de gravidade. Quanto maior for a pressão, maior deverá ser a coluna suportada;

Manômetro tipo peso morto: Os manômetros peso morto mede o peso de pressão sobre uma área conhecida. Pode definir um determinado padrão primário, que é baseado em massa, comprimento e também o tempo;

Manômetros Mecânicos: Neste medidor, a pressão é determinada por meio de um balanço, e um sensor que atua contra uma força desconhecida. Ele pode ser realizado por uma outra pressão ou força;

Manômetro tipo Tubo Bourdon: É um manômetro de tipo elástico. Composto por um tubo com seção oval, que é disposto em um formato de “C”, com opções do tipo espiral ou helicoidal, com uma extremidade fechada, e a outra aberta para medir a pressão, como é elástico, é ideal para sensores de balanço de força;

Manômetro tipo Diafragma: Este instrumento é composto por um disco circular que mede pressões de pequenas amplitudes, com esse produto, o deslocamento da pressão do mesmo deve chegar até um ponto de equilíbrio da força da mola e da força elástica do diafragma;

Manômetros tipo Fole: O aparelho é feito a partir de rugas na região do círculo exterior que, ao ter diferentes pressões aplicadas no sentido do eixo ele apresenta movimentos de expansão ou se contração, servindo para medir pressões relativas e absolutas de sistemas de balanço de movimentos das forças eixo.

Outro importante medidor de pressão

Além disso, existe o medidor de pressão industrial digital, que é um instrumento que se destaca pelo seu visor, que, em vez de ser feito com um ponteiro, apresenta um visor digital com o exato resultado do cálculo, fruto de sucessivas medições, eliminando efeitos de instabilidade que são causados por ruídos e variações na medição.

Para a produtividade industrial ser garantida ao máximo, é de grande importância o uso de um medidor de pressão ideal para a necessidade desejada, no Brasil, esses produtos precisam ser feitos segundo a regulamentação do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), órgão do governo federal que regula o setor, a certificação da instituição garante qualidade ao instrumento.

Você teve interesse pelo assunto? Tem alguma dúvida sobre o tema? Deixe o comentário abaixo ou entre em contato conosco pelo Soluções Industriais!