/, Indústria/Etiquetas adesivas impulsionam a indústria no Brasil

Etiquetas adesivas impulsionam a indústria no Brasil

Podendo ser utilizadas em diversos segmentos, as etiquetas ganharam o mercado nacional. 

Conforme dados publicados no ano de 2013 pela ABIEA (Associação brasileira das indústrias de etiquetas adesivas), o mercado brasileiro produz cerca de 2.450 bilhões de metros quadrados de etiquetas ao ano, representando 31% de toda a produção mundial. Isso acontece, principalmente, pela grande procura de identidade visual que as etiquetas podem trazer para os fabricantes.

As etiquetas adesivas são aplicadas em quaisquer eventualidades, buscando sempre manter o contato direto com o consumidor, identificando ações promocionais, apresentando a identidade de uma marca e assim, passando uma mensagem objetiva e clara. Um exemplo recente de aplicação das etiquetas ocorreu no carnaval de 2018.

A empresa Mack Color, especializada em etiquetas, realizou a distribuição de 1.000.000 de adesivos com a frase “Não é não!” com o intuito de reforçar a campanha #AconteceuNoCarnaval, lançada no anterior.

A partir dessa iniciativa, o estado do Rio de Janeiro, em conjunto com a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDHMI), vai lançar a campanha “Carnaval é curtição, respeita o meu não”, contra o assédio sexual durante o carnaval, o intuito da campanha é fazer com que homens e mulheres batalhem contra o assédio.

A importância de uma identidade visual cativante

As etiquetas têm a missão de chamar a atenção do consumidor e fidelizá-lo, em especial, criar um senso estético que faça o consumidor se sentir mais atraído pela sua marca do que a de seu concorrente. Para cumprir essa missão, algumas marcas optam por embalagens personalizadas, já que elas são o primeiro contato com o consumidor, sendo necessário que ela converse por si, trabalhando com o emocional do mesmo e exercendo diretamente o poder de compra.

As marcas carecem de visibilidade para alcançar os olhares do consumidor. O mundo caminha para um momento em que o consumidor fica mais exigente com aquilo que vai comprar, sempre buscando obter uma experiência positiva com as marcas que estão presentes no decorrer do seu dia, mesmo sendo abalado por várias mensagens promocionais.

As etiquetas aplicadas em embalagens transmitem a identidade visual que a marca deseja passar ao cliente. Segundo pesquisa realizada pela empresa especialista em mercado Nielsen, 70% das decisões de compra são feitas no ponto de venda. Elas são influenciadas pelos elementos visuais do produto e embalagem, e a etiqueta faz parte deste contexto.

Uma das aplicações mais comuns para a etiqueta são destinadas para uso de segurança. Sabe-se que os processos de segurança possuem um grande investimento de mercado, devido o perigo relacionado à perda e roubo de produtos. Para que o produto chegue ao varejo, é necessário que o transporte seja realizado de forma segura e o varejista receba o produto etiquetado e lacrado. Normalmente nesse processo são utilizadas etiquetas de segurança.

Atualmente, há várias opções de etiqueta disponíveis no mercado, como por exemplo a casca de ovo , que se quebra em pedaços pequenos caso ocorra violação, indicando alteração indevida no produto. Além de soluções mais tecnológicas, como etiquetas “void“, que, se forem removidas, revelam um texto ou uma imagem, não podendo ser adulteradas.

Desde 1930, ano em que as etiquetas foram criadas, os produtores as evoluíram tecnologicamente e hoje podem ser aplicadas em várias situações, atendendo às carências de cada consumidor, tanto para organização quanto para identidade visual. É previsto que até o final do ano de 2020 a indústria de etiquetas possua uma taxa por ano de crescimento de 6%.

By |2018-06-12T11:36:36+00:005 de março de 2018 |Economia, Indústria|

14 Comments

  1. ítala paula 26 de julho de 2018 at 19:13 - Reply

    Muito bom

  2. Lais Duarte 27 de julho de 2018 at 12:55 - Reply

    TOOP!

  3. Leticia Souza 27 de julho de 2018 at 13:04 - Reply

    sensacional!

  4. Maria de Jesus Rocha 31 de julho de 2018 at 07:38 - Reply

    Nossa que texto enriquecedor, me ajudou muito. Parabéns. A todos os envolvidos.

  5. Renato de Jesus 31 de julho de 2018 at 09:15 - Reply

    Muito bom!

  6. Vivianne Ferreira 31 de julho de 2018 at 14:33 - Reply

    Adorei!

  7. Gustavo Freitas 31 de julho de 2018 at 15:17 - Reply

    Amei!

  8. Beatriz Paniza 31 de julho de 2018 at 19:11 - Reply

    Texto otimo ! Super esclarecedor !!! Parabens , top

  9. João Bonichelli 31 de julho de 2018 at 19:19 - Reply

    Texto super explicativo! Parabéns

  10. Chewbacca Lava Rápido 31 de julho de 2018 at 19:27 - Reply

    Adorei o texto, super interessante!

  11. Wellington Duarte 31 de julho de 2018 at 21:03 - Reply

    Adorei a postagem! Muito interessante e explicativo ! Parabéns a todos os envolvidos !

  12. MWS 31 de julho de 2018 at 21:22 - Reply

    Otima postagem, parabens!!!

  13. Karen Salles 31 de julho de 2018 at 21:39 - Reply

    Otima postagem ! Muito bom

  14. Fabiana Trevizan 31 de julho de 2018 at 21:52 - Reply

    Ótimo conteúdo! Parabéns

Leave A Comment