//Conheça a importância da antena digital na sua residência

Conheça a importância da antena digital na sua residência

O século XX foi o período dos maiores avanços tecnológicos da história humana. Em poucas décadas, a maioria da população mundial passou de um estilo de vida quase medieval, para a modernidade dos aparelhos eletrônicos. E muito disso graças às ondas elétricas, que são captadas por antenas, responsáveis por reproduzir som, imagens e conexão em rede wireless, o famoso “Wi-Fi”.

Assim como a melhora na qualidade de som e imagem dos televisores, houve também a necessidade da captação satisfatória destes mecanismos. Por isso, a antena digital se tornou um item importante para auxiliar nestes avanços e torná-los mais eficientes os equipamentos eletrônicos.

Grande parte das cidades brasileiras encerraram as transmissões analógicas de TV no final de 2018. Esse processo de troca do sinal analógico para o digital ocorreu por causa do decreto 5.820/2006 do governo federal, que estabelece uma transição da TV analógica para a digital. Então, desde 2017, a corrida por antenas e televisores digitais foi grande, pois neste ano, iniciaram-se os desligamentos do sinal analógico dos televisores pelo país.

O que é antena digital?

As antenas digitais são equipamentos que transferem a energia eletromagnética direcionada por um transmissor, criando ondas irradiadas e vice e versa, sendo crucial para a comunicação de frequência. Esses sistemas atuam nos sistemas de tickets, pedágios, sistemas de radiofrequência, de televisão, e etc.

O diferencial deste modelo de antena é a facilidade de captar sinais digitais com boa regularidade, sendo o modelo ideal para locais distantes e com contratempos, como chuvas.

O principal benefício das antenas é a melhora na qualidade em emitir sinais. Quando comparado a frequência dos sinais, enquanto a maioria das antenas trabalhavam com o sinal VHF (Very High Frequency), conseguiam emitir em média, de 30 a 300 megahertz de frequência, as antenas UHF (Ultra High Frequency) emitem entre 300 MHz e 3 GHz. Enquanto as antenas digitais conseguem captar no mínimo 1430 MHz.

Além disso, uma das principais características desse equipamento é o seu posicionamento, que é omnidirecional, podendo ser colocado em qualquer posição, sem prejuízos à qualidade do sinal.

Funcionamento das antenas

A passagem na qual a corrente passa pela antena começa pela intensidade, que varia em função do tempo, e de como posicionar antena digital. Esses movimentos ocorrem de acordo com a função trigonométrica seno, com essa variação associada um tipo de grandeza conhecida como frequência, que é regulada em hertz. A corrente sofre oscilação ao longo de um condutor, que produz um campo eletromagnético, que cria ondas eletromagnéticas.

Logo após esse processo, as ondas eletromagnéticas são emitidas e são levadas para o espaço em todas as direções, que já apresentam frequência e comprimento de onda, pois existem tem inúmeras ondas eletromagnéticas que são oriundas de diversas fontes espaciais. E nesse processo, ocorre a diferenciação das grandezas entre si.

Além das antenas convencionais com o sinal digital, existem também o modelo de parabólica de antena, que no Brasil, tem a opção mais popular, o satélite Star One C2, que está direcionado para a maioria das antenas parabólicas, porém, para conseguir um sinal de alta qualidade, é necessário um conversor digital.

Conversores de sinal

Um outro elemento foi importante para a massificação da emissão de sinal digital: o conversor. Os conversores são equipamentos que transformam o sinal analógico em sinal digital através da conversão em código binário que é enviada até as saídas de áudio e vídeo. No Brasil, a união entre conversor e antena digital para tv se tornou realidade.

A opção do conversor é boa para as famosas “tv de tubo”, pois, por serem analógicos, não tem tecnologia para transmissão digital, fazendo o conversor e a antena digital ter alta qualidade de imagem e áudio, mesmo em uma televisão antiga. As antenas UHF tradicionais também emitem sinal digital, porém, o sinal pode ser prejudicado por ventos fortes, chuvas, deixando em situações mais críticas, sem imagem e som, semelhante aos chuviscos.

Por outro lado, as tvs digitais já contam com conversor digital integrado ao aparelho, tornando previamente apto para assistir canais, precisando apenas de uma antena emissora de sinais. 

Instalação das antenas

Uma maneira de como instalar antena digital, o equipamento, é necessário um cabo conector, que possa ser conectado na entrada da antena, prenda o cabo até a antena para que não fique suspensa e sofra riscos de danos. Logo após, fixe a antena na área desejada. Após instalada, ela envia o sinal para a antena, e posteriormente ao televisor.

Uma discussão forte entre os consumidores é de qual antena digital é melhor interna ou externa. As antenas internas tem uma maior facilidade na instalação, são compactas e fáceis de serem posicionadas, sendo ideais para apartamentos.

Já as antenas externas têm uma maior complexidade de se instalar, entretanto, não sofrem interferências, e tem pouca mudança de posicionamento da antena, sendo muito recomendadas para casas e condomínios residenciais.

Benefícios

Os pontos positivos desses modelos de antena digital para colocar nos televisores são vários. Começando por:

Resolução: As antenas para tvs digitais tem uma qualidade de imagem 16:9, enquanto as antenas para televisores analógicos tem resolução 4:3, com isso, cresce o número de polígonos na tela, melhorando a qualidade;

Imagem HDTV: Com a imagem 16:9, as resoluções tem uma alta definição (1280×720, 1333×768, 1600×900, 1920×1080 e acima) conseguem ter um maior número de detalhes na tela;

Áudio: Outro grande benefício de aderir a tecnologia digital é a qualidade do som, que nos televisores digitais, tem o padrão Surround 5.1, que qualifica o nível do som ao redor do ambiente instalado;

Interatividade: A alternativa digital oferece uma série de informações adicionais sobre os canais, como programa, horários dos próximos programas, entre outras informações;

Estabilidade: Com a antena 360°, ela consegue entregar um bom sinal para o televisor de todos os lados, sem necessidades de mudança de lugar;

Diferentes modelos: Além das antenas internas e externas, existem variações como a antena digital externa amplificada, que consegue captar imagens de locais mais distantes, além de ser a prova d´água;

Desde o início da transição, o sinal digital era o alvo das emissoras de TV, saindo da qualidade analógica de transmissão. Com a antena digital, essa qualidade do sinal é otimizado, sendo a opção ideal para instalação em qualquer ambiente, independente dos contratempos, com uma alta qualidade.

Quer saber mais sobre antenas digitais? Tem alguma dúvida do assunto? Deixe o comentário abaixo ou entre em contato conosco pelo Soluções Industriais!