//Entenda sobre posicionamento orgânico, o famoso SEO

Entenda sobre posicionamento orgânico, o famoso SEO

Quando começamos a trabalhar com Marketing Digital, temos que aprender a lidar com muitas coisas novas. Coisas que não estamos habituados em nosso dia a dia, inicialmente ficamos um pouco perdidos diante de alguns conceitos, e um destes conceitos que assusta muita gente são as tão faladas Técnicas de SEO.

SEO – Search Engine Optimization consiste em otimizar seu site ou blog para ser encontrado pelos mecanismos de busca. Para ficar mais fácil o entendimento, vamos nos limitar a explicar o Google, que é o maior mecanismo de busca da Web. O Google possui um sistema de análise automático que usa uma série de algoritmos que classificam num ranque o seu blog ou site.

Esses algoritmos usam mais de 100 indicadores para determinar se seu site possui conteúdo de valor ou não. Lembrando que o Google quer entregar a melhor resposta para as perguntas que são colocadas pelos usuários. Quem nunca perguntou algo ao Google? Não é mesmo? E ele sempre tem a resposta. Não é verdade?

O segredo do SEO consiste em satisfazer o que os algoritmos procuram nos blogs. Mas, isso é extremamente complexo, pois constantemente acontecem mudanças nesses algoritmos.

O Google está sempre em aperfeiçoamento, assim como qualquer empresa de tecnologia.

A boa notícia é: existem parâmetros que são mantidos desde os primórdios do Google e é neles que vamos focar, pois podemos controlar com uma boa margem de segurança. Boa Leitura!

Veja as Técnicas de SEO Que Mais Geram Tráfego Orgânico

#01 – Leve seu Blog a Sério!

Pense comigo… O Google quer entregar para os seus usuários o melhor conteúdo possível. Dessa forma, ele avalia indicadores da seriedade dos Blogs.

E o que isso quer dizer pra nós? Precisamos investir para montar nossos blogs. Existem vários serviços que te permitem montam um site ou blog gratuitos, domínios gratuitos (nome do site) e até hospedagem gratuita.

Mas você acha que o Google vai classificar bem esse tipo de Blog? Com certeza não. Vamos a algumas dicas:

  • Compre um Domínio relacionado com o Nicho que você atua;
  • Contrate uma Hospedagem boa (prefira as americanas);
  • Escolha um Template WordPress profissional.

#02- Seja a Resposta das Perguntas

Já que as pessoas vão até o Google procurando respostas, a melhor forma de o Google classificar bem seu Blog é dar as respostas que as pessoas querem.

E como fazer isso? Entregue o melhor conteúdo possível.

Busque inovar, entregue conteúdo original (mesmo se você se inspirar em outros conteúdos, procure sempre apresentar algo novo).

São inúmeros Blogs que existem, todos os dias novas pessoas começam seus blogs dentro de vários nichos no marketing digital.

Então, se diferenciar pelo conteúdo é o que de fato torna seu Blog competitivo.

#03 – Indo Além do seu Blog

Essa é uma técnica que não é muito fácil de se colocar em prática, principalmente para iniciantes, na verdade vou apresentar duas formas de ir além do seu próprio blog.

Quando digo ir além do seu próprio blog é ter o conteúdo dos seus artigos sendo indicados com links em outros blogs e viralizando nas Redes Sociais.

Claro que viralizar um conteúdo não é fácil. Mas, quanto mais ele aparecer nas Redes Sociais melhor.

Backlinks: é basicamente ter links dos conteúdos do seu blog em outros sites ou blogs.

Ter backlinks não é tão simples, primeiro você tem que ter muito conteúdo de qualidade para que os outros blogs vejam relevância em apontar para o seu conteúdo.

E detalhe, é importante que os Blogs ou Sites que colocarão seus links também tenham boa classificação no SEO deles. Quanto mais links, melhor!

Links nas Redes Sociais: Faça a sua parte quanto a isso, esteja presente na maior quantidade possível de Redes Sociais e faça postagens periódicas.

Interessante usar um sistema de automatização de postagens. E outro ponto importante quanto a isso, o tráfego do Blog vai aumentar o que também ajuda no SEO.

#04 – Otimize a Estrutura da URL

Otimizar e padronizar a estrutura das URL´s do Blog torna mais fácil para os visitantes entenderem a estrutura do Blog e sobre o conteúdo que eles terão acesso.

Vou apresentar uma estrutura bem interessante que eu uso em meus projetos.

-Primeiro é a estrutura da URL que é o domínio em si: http://blogexemplo.com

Agora as seções e categorias são divididas conforme assunto e terão a seguinte estrutura: http://blogexemplo.com/marketing Esta seção estará agrupando todos os artigos relacionados a marketing e se você tiver outras seções ficará assim:

http://blogexemplo.com/vendas se fosse uma seção falando sobre vendas.

Agora as seções e categorias são divididas conforme assunto e terão a seguinte estrutura:

blogexemplo.com/marketing

Esta seção estará agrupando todos os artigos relacionados a marketing e se você tiver outras seções ficará assim: blogexemplo.com/vendas se fosse uma seção falando sobre vendas.

Por fim, o nome do artigo agrupado conforme seção: blogexemplo.com/marketing/como-usar-o-marketing-para-vender-mais. Se o título do artigo for muito extenso, você pode resumir para que a URL não fique tão grande, o essencial é que tenha as palavras-chaves do titulo na URL.

#05 – O Tema é muito, muito Importante !

Resolvi falar mais sobre o Tema (Template WordPress) do seu Blog. Por que realmente é muito importante ter um tema que atenda as especificações do Google para boa classificação do Blog. E para isso é preciso:

Escolha um tema moderno com um código do tipo clean, o ideal para não ter dúvida na escolha, veja qual a data da última versão do tema;

Veja a compatibilidade do tema com os plugins que você usa, ou vai precisar usar, geralmente os blogueiros que trabalham como afiliados precisam de diversos plug-ins.

Se você tiver dinheiro para investir, invista em um tema único, totalmente original. Dessa forma só você terá esse tema. O que é ótimo para SEO.

O site precisa carregar o mais rápido possível, isso basicamente por dois motivos: SEO e a experiência do usuário.

Você pode medir a velocidade de carregamento do seu blog nesse link:

http://www.pagescoring.com/website-speed-test/

É super indicado também que você use um plug-in de cache para aumentar a velocidade. Existem opções gratuitas e pagas de Plugins de cache, mas isso é um assunto para outro artigo.

Escolha um tema que seja responsivo. O conceito de responsividade é basicamente a capacidade de um site ou blog se adaptar a diferentes dispositivos (tabletes, notebooks, celulares…) sem perda da qualidade de navegação pelo usuário.

Cada vez mais pessoas estão utilizando celulares, então não deixe isso passar. E outra coisa, um site responsivo é mais bem avaliado pelos mecanismos de busca.

#06 – Use um Plug-in de SEO

Não faltam opções de plugins para otimizar o SEO do seu Blog.

E eles realmente ajudam nisso. Um dos melhores na minha humilde opinião é o All-in-One SEO Pack.

Este plug-in é capaz de fazer muitas coisas por você. Uma outra opção mais simples de ser usado é o Yoast by SEO, mas ele é mais focado na palavra-chave sendo indicado mais para os iniciantes.

#07 – O SEO nos Artigos

A estrutura de artigos que mais beneficia o SEO dos blogs é o que faz uso de palavras de cauda longa e não somente em palavras-chave.

Poderíamos fazer um artigo só sobre cauda longa, mas basicamente consiste em usar palavras relacionadas com menos concorrência nos seus artigos, e isso é bem interessante para deixar o artigo de forma mais fluída, sem ficar artificial.

Antes, o Google usava muito a palavra-chave para ranquear um artigo para determinado tópico pesquisado, atualmente tem focado muito mais em palavras de cauda longa.

Algumas pessoas ainda fazem seus artigos repetindo várias vezes a palavra-chave de forma artificial, o que pode até prejudicar o SEO.

Não que a palavra-chave não deva ser repetida, mas tem que manter a naturalidade do artigo. Além disso, vamos ver outros aspectos importantes:

Título: Essencial ter a palavra-chave principal, quanto à palavra-chave de cauda longa, mantenha ela com menos de 70 caracteres.

Corpo do artigo: Como dito anteriormente, é importante que a palavra-chave seja repetida no texto, mas atente-se a naturalidade do texto.

URL: É imprescindível que a URL reflita o artigo como eu expliquei no item #4. Contendo sempre a palavra-chave;

Meta Description: No final do post há um campo para fazer a Meta Descrição, que é o resumo do artigo que aparece nas pesquisas.

O objetivo é mostrar para os mecanismos de busca e para os leitores, informações sobre o conteúdo do seu post. Importante então ter a palavra-chave, e capriche na “copy” que é o texto que vai convencer ao leitor de clicar e ler seu artigo.

#08 – Use e Abuse da moz.com

A MOZ é sem dúvida alguma, a maior e mais especializada empresa em SEO do mundo. Na MOZ podemos encontrar o que há de melhor em conteúdo sobre SEO.

Para escrever este artigo pesquisei muito lá. Eu indico a você incluir nos seus estudos a leitura periódica dos artigos deles.

Eles também oferecem ferramentas pagas e gratuitas, invista um tempo na MOZ, faça testes. Você verá como seu conhecimento em SEO vai aumentar progressivamente.

Conclusão

SEO pode ser comparado a uma arte em constante evolução. Não dá pra dizer que já sabemos tudo de SEO, isso é impossível.

O que cabe a nós que levamos nosso blog como um negócio, é sempre estar por dentro do que vem surgindo sobre SEO.

E uma forma muito boa de fazer isso é compartilhar conhecimento. Tem algo novo sobre SEO? Quer acrescentar algo a este artigo? Por favor, fique a vontade para comentar. E vamos juntos crescer!

Sucesso pra você!