//Principais dicas para uma boa produção industrial

Principais dicas para uma boa produção industrial

Para as empresas que almejam se destacar no mercado e elevar os números de vendas, é necessário se modernizar. A melhor maneira de fazer isso é contando com uma boa produção industrial, otimizando os processos de produção e fazendo uma boa gestão.

Sabemos que o processo produtivo das empresas do ramo industrial dependem de vários fatores, isso porque as escalas de fabricação precisam de matérias-primas sempre disponíveis para funcionar regularmente.

No último século, as indústrias, sejam elas automotivas ou de válvula de retenção, vem maximizando a produção para atender às demandas de uma população crescente. 

Para evitar prejuízos e acúmulos de estoque, a sugestão é investir em melhorias para otimizar os processos produtivos e elevar os lucros. 

Alinhar sua empresa às novas tecnologias e as constantes transformações são as melhores aliadas para a criação de novas estratégias. 

Nesse sentido, estas marcas afetam quase todas as partes de nossas vidas, pois são elas que produzem quase todos os materiais e produtos. Por exemplo: ferro e aço, estruturas metálicas, cimento, alumínio, só para citar alguns. 

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para melhorar a produção industrial da sua empresa e melhorar ainda mais os processos de gestão. Gostou? Então não deixe de acompanhar a leitura. 

Como fazer o processo corretamente

É quase impossível imaginar o desenvolvimento de um país sem uma indústria forte, ampla e diversificada. Dentre todos os setores produtivos, a indústria é a que exerce maior impacto no crescimento do produto agregado.

O problema, porém, é que a produção industrial atual está prejudicando nossa saúde e a do planeta, poluindo o ar que respiramos, contaminando o solo e a água, esgotando os recursos do planeta e, em meio a isso, participando das mudanças climáticas. 

O setor da indústria pesada emitiu, aproximadamente, 36% do CO2 relacionado nos últimos tempos.

As escolhas feitas hoje, no que diz respeito à construção ou modernização de plantas, estarão em vigor nos próximos 20 a 40 anos, fazendo com que o setor esteja numa produção sustentável até metade deste século. 

No entanto, os processos da indústria podem ser modificados de forma barata e direta, para que ela também obtenha benefícios. Portanto, novos processos serão necessários para termos esta modificação. 

Muitas das opções existentes são caras ou tecnicamente difíceis. A demonstração e a implantação para estabelecer, com viabilidade comercial, essas novas tecnologias são vitais, pois as próximas décadas trarão mais pessoas, maior urbanização e padrões de vida mais altos.

Otimização industrial 

Otimizar processos por meio da aquisição de inovações de alto custo e tecnologia de ponta é um caminho financeiramente inviável para a esmagadora maioria das empresas brasileiras. 

A boa notícia é que existem técnicas simples e acessíveis para que as empresas consigam aumentar a produtividade, qualidade e reduzir o custo dos seus produtos.

Abaixo separamos os principais pontos para uma um produção industrial assertiva. 

Integre os processos

O primeiro passo para uma boa otimização na produção, é integrar todos os processos da sua empresa. Uma boa comunicação entre as áreas é essencial para que tudo dê certo. 

Uma equipe que não sabe qual o papel das outras áreas e como isso influencia nas atividades de todo o time, dificilmente conseguirá se antecipar às novidades.

Por este motivo, é fundamental centralizar as informações e processos da companhia em único lugar, como forma de todos os colaboradores estarem por dentro da engrenagem que faz a empresa girar. 

Para isso, podem ser adotados sistemas de gestão empresarial que possibilitam a automatização e a integração dos processos de produção da sua indústria. Essa otimização reduz os custos da empresa ao mesmo tempo em que agiliza os processos produtivos dos negócios.


Veja também:


 

Identifique as falhas e se antecipe a mudanças

Com a integração dos processos será mais fácil identificar os pontos positivos e negativos da sua empresa. Esse é um bom momento para detectar onde possíveis falhas estão acontecendo. 

Atrasos, inconformidades e falta ou excesso de matéria-prima, são alguns pontos a serem observados com mais atenção. Identificando esses problemas, o andamento do negócio tem tudo para fluir da melhor maneira. 

Com isso, se torna mais fácil se antecipar às mudanças no mercado, pois com os recursos que antes eram destinados para cobrir os prejuízos serão direcionado para inovações da área.  

Acompanhe as entradas e saídas

Já com os passos acima bem estruturados, chegou a htoa de acompanhar as demandas da sua indústria, esse controle de gestão é essencial para a otimização dos processos de produção.

Acompanhar tudo o que entra e sai da sua empresa é a melhor forma de se organizar diante das exigências dos clientes. Caso isso não seja feito, seu orçamento pode ser comprometido e afetar todos os outros processos. Uma dica é adotar softwares para essas funções.

Indicadores de desempenho

Uma vez que os planos anteriores foram estabelecidos, chegou a hora de mensurar os resultados e as informações referentes aos processos de otimização.

Assim, é possível compreender se os recursos estão sendo direcionados com precisão ou se necessitam de ajustes. 

Gostou das nossas dicas? Então chegou a hora de colocá-las em prática. Compartilhe o conteúdo nas redes sociais e comente o que achou.

Gargalos e falhas na produção

Quando o processo não flui como o esperado, é necessário identificar quais as dificuldades e possíveis erros que estão emperrando o processo produtivo, que são os chamados gargalos de produção.

De maneira simples, podemos dizer que os gargalos, são todos os obstáculos que interferem no processo produtivo da sua empresa. Qualquer coisa que faça a produção não fluir conforme o planejado, pode ser chamada de gargalo. 

Os gargalos de produção, podem acabar com a reputação de uma empresa, isso porque quando eles ocorrem a qualidade dos produtos pode ser afetada e a logística comprometida, o que consequentemente gera clientes insatisfeitos.

No entanto, com uma boa gestão e sabendo os passos certos para identificar os problemas, situações como essa podem ser evitadas. 

Conclusão 

Uma boa produção industrial é sinônimo de qualidade e agilidade. A produtividade na indústria, nesse sentido, representa a eficiência em relação à produção no parque fabril e nos demais processos administrativos que impactam no aumento da geração de produtos.

Ou seja, o conceito de produtividade da indústria está diretamente ligado ao melhor aproveitamento dos recursos disponíveis para fazer mais, em menos tempo e com a mesma qualidade.

Para gerar essa produtividade, as indústrias devem investir em diversos fatores, como mão-de-obra qualificada, especialização dos profissionais, investimento em equipamentos, novas tecnologias e matérias-primas. 

Agora que você já sabe tudo sobre gestão e produção industrial, que tal começar a colocar nossas dicas em prática?

By |2022-02-18T18:18:54-03:0018 de fevereiro de 2022 |Indústria|

Sobre o autor:

Formado em Jornalismo pela Universidade Paulista. Decidiu cursar jornalismo porque sempre gostou de ler e impactar as pessoas com suas palavras. É Assessor de Imprensa e criador de conteúdo na Plataforma Soluções Industriais. Apaixonado pela escrita, compartilhar conhecimento e por futebol.

Leave A Comment

Whatsapp Marketing para o Empreendedor Vendas no Instagram Vendas industriais e internet Vantagem Competitiva Tecnologia no Marketing